Conheça as principais causas de alergia a perfumes e fragrâncias



As alergias a perfumes e fragrâncias, chamadas de dermatites de contato, possuem esse nome, pois ocorrem após o contato prolongado e repetitivo de alguma substância com a pele.O perfume é um líquido que contém, além de excipientes, fragrâncias em sua fórmula (podendo variar de poucas até centenas de fragrâncias combinadas), diluídas em álcool, compondo um cosmético com o fim exclusivo de perfumar.Já a fragrância é uma substância única que contém seu próprio aroma – e que é utilizada em diversos tipos de produtos – de cosméticos a produtos de limpeza. Pode ser utilizada sozinha ou combinada a outras fragrâncias para dar a personalidade ao cheiro final.



Segundo o dermatologista Ricardo Carniel, a utilização de perfumes e fragrâncias pode causar irritação nos primeiros usos, mas a alergia é desenvolvida (evolui) ao longo do tempo, com o uso contínuo. “O mais comum é que as pessoas sejam alérgicas às fragrâncias. Porém, uma pessoa pode ser alérgica ao perfume em si, ou seja, as outras substâncias encontradas nos perfumes, como o álcool e óleos”, explica.Ele ressalta que, como muitas pessoas nunca apresentarão reação alguma a perfumes ou fragrâncias, a principal causa é a predisposição genética, pois a dermatite de contato é uma resposta autoimune desencadeada por uma ou mais substâncias.“A hipersensibilidade ao contato com esses compostos se assemelha à alergia a determinados alimentos ou a crises de asma e rinite, devido a produtos específicos”, salienta. Ainda de acordo com o dermatologista, o sol pode contribuir para a piora do quadro, caso haja exposição com o produto sobre a pele.Conforme Carniel, as fragrâncias contidas em perfumes e outros produtos que mais comumente causam alergias são:

  • Cinamaldeído ou Aldeído Cinâmico: é responsável pelo odor e gosto de canela (é sintetizado do óleo essencial de canela), e pode ser encontrado em perfumes, chicletes, alguns cremes, inseticidas, entre outros;

  • Cinamol ou Álcool Cinâmico: responsável pelo odor do jacinto, é utilizado em perfumes, desodorantes, papéis higiênicos perfumados, produtos de limpeza, bebidas, pastas de dente e chicletes;

  • Álcool Alfa-Amil Cinâmico: responsável pelo odor de jasmim, usado em perfumes, sabonetes e cosméticos;

  • Geraniol: está presente em mais de 250 óleos essenciais como palma-rosa, gerânio, jasmim, citronela e lavanda, responsável, principalmente, pelo odor de rosas. É a fragrância mais utilizada em maquiagens, perfumes e cosméticos;

  • Eugenol: responsável pelo odor forte do cravo da índia, mas presente também em rosas, jacintos, violetas e na folha da canela. É utilizado em perfumes, águas de colônia, loções pós-barba, cosméticos para o rosto, produtos para o cabelo, inseticidas, fungicidas, materiais odontológicos, alimentos e produtos farmacêuticos;

  • Isoeugenol: é uma isomeração do eugenol, responsável por um odor mais leve de cravo;

  • Oakmoss Absoluto: responsável pelo odor terroso e amadeirado dos produtos masculinos, como perfumes e loções pós-barba;

  • Hidroxicitronelal: responsável pelo odor do lírio, utilizado em perfumes, cosméticos, loções pós-barba, inseticidas e antissépticos.

SEM PERFUME É preciso ficar atento, pois, segundo Carniel, existem alguns produtos indicados como “sem perfume” com os quais também se deve tomar cuidado. “Em função do cheiro desagradável da mistura química dos cosméticos, na grande maioria são adicionadas fragrâncias para mascará-lo, numa concentração tão pequena que são imperceptíveis. Se você é alérgico a alguma fragrância, faça um teste antes do uso diário: aplique em uma pequena região da pele e aguarde para conferir se não lhe causa reação”, sugere. SINTOMAS De acordo com o dermatologista, os principais sintomas em peles irritadas devido ao uso de perfumes ou fragrâncias são coceira, irritação, ardência, vermelhidão e aparecimento de lesões como a urticária (elevação da pele de tom avermelhado ou rosado), e se localizam na região em que o perfume foi aplicado, geralmente pescoço, punhos e colo. “Se houver alto grau de alergia, os sintomas podem cobrir uma área um tanto maior do que a da aplicação do produto”, pontua.Ainda segundo Carniel, em alguns casos há correspondência com alergia respiratória ao mesmo produto, podendo ocorrer coceira no nariz e nos olhos, e até crises de espirro e asma. “Caso a fragrância seja utilizada em alimentos e bebidas, poderão ocorrer reações do trato digestivo”, explica. COMO TRATAR? Em relação ao tratamento, o dermatologista destaca que, dependendo do grau da reação, podem ser prescritos desde cremes com anti-histamínicos ou corticoides, até medicamentos orais ou injetáveis. “Apenas o médico é capaz de analisar adequadamente o tipo de lesão causada pela reação alérgica e receitar o medicamento correto. Em caso de sintomas como os descritos aqui, procure orientação médica”, salienta. Vale a pena entender alguns conceitos importantes ALERGIA NA PELE A alergia na pele é ocasionada pela dermatite de contato (característica genética) e surge após um período prolongado de uso do produto. Tende a se agravar cada vez que a pessoa entra em contato com a substância específica.O diagnóstico da alergia pode ser feito por um alergologista utilizando o teste do contato, que consiste em aplicar amostras dos possíveis alérgenos na pele e analisar a reação. Em casos de suspeita de alergia ao perfume, existem baterias de testes que são feitas com as substâncias citadas acima, por serem as principais a desencadearem reações. Um deles é Fragrance Mix Patch-Test, que detecta até 75% dos casos de alergia.Em alguns casos, entretanto, não é o suficiente saber a qual substância se é alérgico, visto que as fórmulas dos perfumes são secretas e protegidas por lei, não sendo obrigatória a discriminação de todos os componentes na embalagem. Na Europa, por exemplo, algumas substâncias só são, necessariamente, descritas na embalagem se sua concentração ultrapassa determinada quantidade.Quando é diagnosticada a alergia a algum componente ou fragrância presente em perfumes, a medida principal a ser tomada é o abandono do produto, visto que não existe cura para a alergia. Os perfumes podem ser substituídos por versões hipoalergênicas ou por aqueles que se pode ter certeza de que não contêm determinada substância, o que não é tão simples.Em casos de alergia a fragrâncias sintéticas específicas, deve-se substituir todos os produtos que possam contê-las por versões livres delas. IRRITAÇÕES Irritação é o conjunto de sensações transitórias, como leve ardência, coceira e até vermelhidão nas peles mais sensíveis, sem caracterizar uma alergia específica. É reação comum a todas as pessoas, sem um componente hereditário. Ativos sintéticos que geralmente causam irritação transitória são os ácidos glicólico, salicílico, retinóico, entre outros. Alguns procedimentos da dermatologia, como os peelings, precisam causar irritação para que haja renovação da pele. ATIVAÇÃO DE CIRCULAÇÃO A ativação da circulação se caracteriza por vermelhidão e discreta coceira ou ardência. Ativos naturais como as argilas e alguns óleos essenciais ativam a microcirculação cutânea para que haja melhora da textura cutânea. Esta sensação, semelhante à de uma alergia ou irritação, tende a ser muito leve e temporária, podendo durar alguns minutos ou até duas horas. Esse processo é positivo e também é utilizado na dermatologia, pois visa renovação celular e proporciona o estímulo da produção de colágeno.

Texto e entrevista Bruna Mattana, Jornalista graduada pela Universidade do Vale do Rios dos Sinos.

Especialmente para Twoone Onetwo Eco.Cosmetics




Recomendação

Muitas pessoas possuem alergias a certas fragrâncias sintéticas, por isso criamos essa loção: todo mundo merece carinho e cuidado!

A Loção Corporal Twoone Onetwo é livre de fragrância sintética e é perfeita para peles sensíveis, gestantes e com tendência a alergias. Contém Acquabio®, que promove a hidratação natural da pele e estimulam a produção de colágeno, elastina e ácido hialurônico.

Possui Manteiga de Murumuru na composição, que é super hidratante e tem uma textura leve que espalha com facilidade na pele.

Enriquecido com óleos vegetais de semente de girassol, milho, uva, gergelim, macadâmia e oliva.

Contém Óleo Essencial de Camomila, perfeito para hidratação de peles sensíveis.



1,407 views

Fábrica

Rua Dr. João Daniel Hillebrand, 2112

Novo Hamburgo/RS

revenda@twooneonetwo.com.br

Tel: (51) 3253-4990

©2018 by Twoone Onetwo Eco.Cosmetics